A constituição do eu autorreferente na ficção latino americana contemporânea

 Tema: Articulações culturais:

Título: A constituição do eu autorreferente na ficção latino americana contemporânea

Nombre: Luana Marques Fidencio

Institución: Doutoranda do Curso de doutorado em Estudos Literários – Instituto de Letras e Linguística – Universidade Federal de Uberlândia

 

Resumen:

Frente ao desafio que é refletir sobre Cultura e Literatura na/e desde a América Latina no século XXI, pretendo recorrer a certos conceitos propostos por nomes como Michel de Certeau (História e Psicanálise) e Georg Simmel  (O conceito e a tragédia da cultura). Pois, parece-me interessante problematizar o como se dá a presença da autorreferência, do eu autobiografado, nas ficções latino-americanas.

Escritores como Fernando Vallejo, Bernardo de Carvalho, César Aira ou João Gilberto Noll fazem parte de um movimento que parece se ampliar de modo irreversível no interior das nossas literaturas. A importância deste movimento se dá num cenário no qual as escritas de si – termo que contempla a autobiografia e outras narrativas autorreferenciais – estão expandindo e reconfigurando suas características intrínsecas.

Nesse sentido, Philippe Lejeune (2008) atualizou várias vezes as delimitações da autobiografia, sempre de modo a considerá-la numa perspectiva mais abrangente. E é, neste sentido, importante pensar como a teoria literária tem lidado historicamente como a manifestação da (auto)biografia na ficção, afinal, não estaríamos, como apontava Certeau sobre a relação entre história e ficção, por nossa vez, recalcando certas pulsões do eu que começam a tomar forma com mais vigor nas últimas décadas no cerne das nossas literaturas?

 

Importante se faz contrapor a já vultosa teoria da autobiografia frente a essas literaturas que se apresentam conscientemente marcadas pela dupla inscrição: vida e escrita. De modo a se refletir, como propõe Elizabeth M. Duque Estrada (Devires Autobiográficos), sobre as bases para o entendimento da autorreferência na atualidade.